Como Encontrar a Verdadeira Felicidade

A felicidade é uma busca constante e inerente a todos nós seres humanos. Ser feliz é a nossa missão de vida. Porém, o que a maioria de nós desconhece é que a felicidade, a verdadeira felicidade, está dentro da gente e não no exterior que é onde teimamos em procurar. Quer entender como ser feliz de verdade e preencher o vazio do peito? Então, vem comigo!

Eventualmente, até podemos encontrar a felicidade por aí, quando adquirimos uma coisa que gostamos, compramos algo que queremos muito, encontramos o amor da nossa vida, saímos para nos encontrar com amigos para conversar e nos divertir. Mas, essa felicidade que vem de aspectos externos é momentânea e nada duradoura. Eu troco aqui a palavra felicidade por satisfação momentânea. A satisfação momentânea por adquirir uma roupa nova, comprar o carro do ano, conversar e se divertir com amigos e, não poderia esquecer: encontrar o amor da nossa vida. Bem, se estamos à procura da felicidade no nosso exterior, esquecendo de procura-la dentro de nós mesmas(os) o suposto amor da nossa vida irá nos deixar bem rápido. Essa é a verdade.


Como podemos encontrar a felicidade dentro de nós mesmas(os)?


Esse questionamento já revela uma decisão positiva e respeito em relação a nossa pessoa.


Porque se queremos saber é porque queremos entrar em ação e fazer o que for preciso para encontra-la. Para encontrar a tão sonhada felicidade, para ter paz de espírito, harmonia emocional, espiritual, mental e física é necessário um mínimo esforço que envolve três fatores: diálogo interno, autoconhecimento e desenvolvimento pessoal.


Já sabemos que coisas e pessoas não nos farão felizes completamente. Aliás, é muito importante que se saiba o seguinte: nós, somente nós, somos responsáveis pela nossa própria felicidade.


Esta felicidade é identificada quando gostamos da nossa companhia, quando não nos importamos em ficar sozinhas(os) por um período de tempo até encontrar o par ideal. Para encontrar o amor da nossa vida é imprescindível que ambas as partes estejam bem alinhadas com sua felicidade interior, para que ocorra uma troca dessa felicidade e, consequentemente, crescimento e desenvolvimento do relacionamento.


Utilizar o diálogo interno, ouvir o que temos a nos dizer é uma maneira muito inteligente de entender como costumamos nos tratar, o que nos deixa felizes, como queremos ser reconhecidas(os), a forma como gostamos que interajam conosco. O autoconhecimento complementa esse diálogo. Em conjunto entra o desenvolvimento pessoal, pois é isso que acontece quando conversamos conosco e buscamos o autoconhecimento: desenvolvimento pessoal. Esses três fatores são muito importantes e nos acompanham durante toda a vida porque fazem parte da nossa evolução, do nosso crescimento. Se esquecermos ou negligenciarmos o nosso desenvolvimento, ficaremos travadas(os), nada mais andará na nossa vida e perderemos o brilho e a vontade de viver.


Quando estamos com o nosso desenvolvimento pessoal em dia, aprendendo a cada dia quem somos de verdade, a nossa autoestima se eleva instantaneamente.


Os três fatores e a autoestima se transformam numa corrente que forma a seguinte equação: diálogo interno + autoconhecimento + desenvolvimento pessoal + autoestima elevada = autoconfiança.


Quando estamos em equilíbrio com o nosso verdadeiro eu, com quem somos de verdade, tudo se alinha e a nossa felicidade começa a se tornar completa e real. Conseguimos enxergar beleza nas coisas simples do dia-a-dia, a ter prazer nos desafios diários, a não nos preocupar com questões que a gente nem sabe se se tornarão reais, enfim, é uma onda de tranquilidade que, além desses e de outros benefícios, ainda nos faz estar no momento presente, no aqui e agora, tão importante para evitar a ansiedade, por exemplo.


Muitas pessoas podem questionar: não tive uma infância feliz, então não é agora que serei.


Pois eu digo que a felicidade é para todos e pode ser aprendida e conquistada em qualquer momento da vida.


Se alguém não teve uma infância feliz, preste atenção: a felicidade é um estado de espírito e nós, como adultos, podemos e devemos modificar o atual estado de infelicidade pelo de felicidade. Essa é uma decisão a ser tomada. Você tem poder e somente você é responsável pela sua felicidade. Modificar falsos valores e crenças limitantes é uma maneira de se libertar das amarras que nos fazem infelizes. Para isso acontecer é preciso daqueles três fatores: diálogo interno, autoconhecimento e desenvolvimento pessoal.


Então, tenha atitude e invista em você.


Comece. Mantenha-se em forma física, goste da sua imagem refletida no espelho, comece a identificar suas qualidades (liste pelo menos cinco qualidades), cuide-se com amor, carinho e cuidado e todos os dias faça algo por você, algo que você goste muito e lhe deixe feliz.


Ame-se, energize-se, eleve seus níveis de relacionamento e de conversas. Existe uma lei que você já deve ter ouvido ou lido a respeito: semelhante atrai semelhante.


Então, se você quer uma vida equilibrada e feliz, cerque-se de pessoas com esses mesmos objetivos. Se você, realmente, quiser isso, será muito fácil encontrar essas pessoas porque o universo dará um jeito de colocar esses anjos na sua vida naturalmente.


Como disse no início deste texto: é necessário um mínimo esforço para ser feliz. E, essa jornada de diálogo interno, autoconhecimento e desenvolvimento pessoal é muito prazerosa e você verá que na verdade não há esforço algum. Um passo por dia, nada mais que isso. Torne essa atividade um hábito na sua vida.

Evolua e alcance a sua felicidade!!


Abraços e até a próxima!

  • YouTube ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • Instagram ícone social
  • Pinterest ícone social
  • Facebook ícone social

© 2019-2020  por  DVilanova Web Designer Developer | Orgulhosamente criado com Wix.com